Pesquisar este blog

sexta-feira, 11 de março de 2011

CONSTRUÇÃO SECA ALAVANCA LUCRO DA ETERNIT COM PLACAS CIMENTICIAS


 


 

Eternit tem lucro recorde de R$ 102,1 milhões em 2010

Daniela D'Ambrósio | Valor


 

10/03/2011 16:44 - SÃO PAULO - A Eternit, líder na fabricação de telhas de fibrocimento (que usam amianto), chapas e placas cimentícias, registrou receita bruta de R$ 991,3 milhões no ano passado, 33% acima de 2009.


 


 

"Nossa meta era elevar o faturamento bruto para R$ 1 bilhão até o fim de 2011, conseguimos antecipar em um ano o nosso objetivo", disse Élio Martins, presidente e diretor de Relações com Investidores da Eternit.


 

Segundo Martins, a antecipação dos resultados deve-se aos investimentos realizados nos últimos anos para elevar a capacidade produtiva e ao aumento das vendas de minério crisotila e telhas de fibrocimento.


 

A companhia teve lucro líquido recorde de R$ 102,1 milhões em 2010, uma alta de 39,6% em relação a 2009. A margem líquida ficou estável, em 13%. A empresa promoveu reajuste de preços em toda a linha de produtos. A receita líquida consolidada cresceu 30,1% em 2010 e atingiu R$ 758,8 milhões.


 

Dona da maior mina produtora de amianto crisotila em atividade no Brasil, a Sama, no município de Minaçu (GO), a Eternit vendeu 306,3 mil toneladas do minério, um crescimento de 5,3% em relação ao ano de 2009.


 

De acordo com Martins, toda a capacidade de 300 mil toneladas foi vendida, além de parte dos estoques acumulados. As vendas para o mercado interno atingiram 163,6 mil toneladas e as exportações somaram 142,7 mil toneladas.


 

Os investimentos da companhia em 2010 somaram R$ 92,8 milhões, alta de 223% na comparação com o volume investido em 2009. Desse total, R$ 34,4 milhões foram destinados à aquisição da Tégula, empresa de telhas, R$ 14 milhões para a nova linha de produção de fibrocimento, que entrou em operação na unidade de Simões Filho (BA), em outubro de 2010, e R$ 44,4 milhões são relativos a outros investimentos.


 

A empresa, que tem cinco fábricas, completou 71 anos este ano e tem capital aberto desde 1948. Até ontem, as ações da Eternit acumulavam queda de 6,08% no ano. No mesmo período, o Ibovespa cai 2,94%.


 

(Daniela D'Ambrósio | Valor)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários